teste
teste

Educação Online: Você ainda está refém do treinamento presencial?

Educação Online: Você ainda está refém do treinamento presencial?

“Para 89% dos executivos, o modelo tradicional de desenvolvimento de liderança não é rápido o suficiente para acompanhar as demandas dos negócios e o ritmo das mudanças.“ (Global Human Capital Trends 2015 – Deloitte)

A educação online vem revolucionando a forma como as pessoas aprendem, tanto individualmente como em ambientes corporativos. Há diversas razões pelas quais as empresas e indivíduos vêm dando prioridade a programas de educação online, tais como:

  • Flexibilidade
  • Custo-benefício
  • Identidade
  • Escalabilidade
  • Conveniência
  • (… só para citar algumas das vantagens.)

Mas esse movimento não está ligado apenas a cursos massivos ou gratuitos. O futuro está na personalização e na entrega sob medida da educação e do aprendizado corporativo. Esse é um caminho muito promissor para os fornecedores especializados no desenvolvimento de programas exclusivos de educação – como é o caso da MindQuest – e também para as empresas que decidirem tirar proveito dessa tendência para seu próprio crescimento. É justamente este cenário de benefícios mútuos e duradouros que torna mais provável a consolidação das novas formas de aprendizagem na educação corporativa.

A empresa promove uma estratégia de desenvolvimento direcionado e os empregados aproveitam essas oportunidades, ambos agindo em favor de seus próprios interesses.

No entanto, como em qualquer empreendimento, os projetos de eLearning precisam apresentar benefícios reais a uma organização. É importante compreender que todos os programas de aprendizagem podem ser medidos em termos de ROI (Retorno sobre Investimento). Calcular com precisão o custo de um programa de treinamento torna muito mais fácil justificar esse investimento e demonstrar que o eLearning é uma solução mais eficaz.

Vale destacar que qualquer iniciativa de aprendizagem está mais propensa ao sucesso se ela for efetivamente apoiada por um sponsor (ou patrocinador) dentro da empresa, que irá defender abertamente os benefícios de se implantar programas de aprendizagem online:

MENOS VIAGENS
O custo com viagens (transporte, estadia, alimentação, etc.) é a maior razão pela qual as empresas adotam a educação online. Esse custo é um componente importante de qualquer cálculo de ROI. O eLearning pode reduzir drasticamente (ou até mesmo eliminar) esses custos, abrindo espaço para outras vantagens indiretas. Além disso, quanto mais dispersos geograficamente estão os participantes, mais adequada é a educação online, a fim de organizar a comunicação e o desenvolvimento do conhecimento entre os participantes.
FLEXIBILIDADE
A educação online oferece a indivíduos e grupos a flexibilidade de aprender em qualquer lugar e a qualquer hora. Com o eLearning, o participante tem a autonomia para se desenvolver de acordo com a sua própria conveniência. Este benefício da flexibilidade pode ser medido em termos de custo: quantos funcionários deixam de realizar programas de desenvolvimento por causa de um rígido cronograma de treinamento. Como resultado disso, quanto pode custar à empresa essa falta de atualização e capacitação dessas pessoas?
MENOR IMPACTO NA ROTINA
Programas integrados e personalizados de aprendizagem online implicam muito menos distúrbios na rotina de uma organização. Qualquer interrupção nos processos operacionais de um negócio tem um custo associado – muitas vezes, porque a equipe fica indisponível durante o treinamento. Com o eLearning, os cursos podem ser oferecidos de maneira a apresentar pouca ou nenhuma interrupção no horário de trabalho regular de um funcionário – por exemplo, por meio de dispositivos móveis, permitindo que ele se desenvolva enquanto estiver na academia ou em trânsito.
APRENDIZAGEM PERSONALIZADA
Mesmo dentro da sala de aula, com grupos de participantes aparentemente homogêneos, haverá aquela turma “do fundão”, que algumas vezes atrapalha o ritmo da aprendizagem do grupo como um todo. Esse impacto tem um custo – mesmo que seja difícil de ser precisamente quantificado. Com a educação online, as pessoas podem aprender no seu próprio ritmo, tornando a aprendizagem personalizada mais eficiente e a entrega de conteúdos mais eficaz.

Hoje, o aprendizado e o desenvolvimento podem ser integrados ao trabalho cotidiano dos funcionários de forma muito mais intensa do que antes era possível. As oportunidades oferecidas pela educação online influenciam todas as etapas da cadeia de valor e do aprendizado corporativo. As mudanças são tão abrangentes que chegam a influenciar toda uma cultura de aprendizagem dentro da empresa.

As tecnologias de aprendizagem online favorecem uma motivação intrínseca para a aprendizagem. Se oferecida de forma integrada e relevante, elas ajudam o funcionário a se encarregar de sua própria formação e desenvolvimento. Essas tecnologias também permitem que as organizações tornem-se mais ágeis e adaptáveis, ao incentivar a capacitação e a atualização constante de seus colaboradores.

Ao promover uma “organização que aprende”, por meio da tecnologia, é possível cultivar uma cultura de compartilhamento de conhecimentos, onde todos se comunicam e aprendem uns com os outros a fim de contribuir com os resultados da organização.

As soluções de educação, quando tecnologicamente integradas às plataformas de trabalho e sistemas corporativos existentes, permitem superar a lacuna entre a educação acadêmica e a aprendizagem corporativa. O que é realmente decisivo para o sucesso desse tipo de iniciativa é a atitude dentro das organizações. As grandes mudanças na aprendizagem corporativa exigem um alto grau de abertura: abertura à transformação; abertura à velocidade da inovação; e abertura para construir ativamente uma transformação dentro da organização. Vai continuar refém?

Equipes mais “maduras” em relação à aprendizagem apresentam: 20% menos horas de treinamento formal; até 30% a mais de aprendizagem no ambiente de trabalho; 13% mais aproveitamento por meio de coaching e colaboração; e quase 100% mais resultados via recursos on-demand, como vídeos, artigos e livros.

(Fonte: 2015 Corporate Learning Factbook – Bersin by Deloitte)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar